Brincar é um trabalho a tempo inteiro

Quando se é criança, é a brincar que se aprende. E se falarmos de crianças pequenas esta ideia é tão ou mais relevante. E brincar não tem de ser com carros ou bonecas, podem ser construções, jogos, dramatização de histórias, ver um filme e em seguida passarmos nós a ser as personagens, enfim, tanta coisa que às vezes parece impossível não nos dedicarmos mais a isto. Dá-me ideia de que muitos pais não sabem como brincar com uma criança, talvez porque já se tenham esquecido do que é isso, ou porque estão tão cansados que não conseguem canalizar energias nesse sentido. E atenção, não estou a condenar isso, nos dias que correm é cada vez mais frequente, dado o ritmo acelerado a que vivemos. Temos de saber gerir tudo isto da melhor forma, até porque eles só são crianças uma vez.
Segundo o estudo "Play Report da IKEA" 87% dos pais concordam que é fundamental promover a criatividade em casa, mas não sabem como e 73% das crianças com 7 a 12 anos preferem brincar com os pais do que ver televisão :). Estas são apenas duas conclusões deste estudo que constata a importância do brincar e da necessidade da adaptação das casas para o desenvolvimento das crianças.
Ainda hoje o S. me pediu para escolher a roupa logo de manhã e eu lhe disse que sim, que podia ir escolher, ao que ele respondeu "Não, a mamã vem comigo e tira duas ou três coisas, e eu depois escolho. Pode ser?" Adorei!
A pensar nisto, a IKEA lançou o projeto "Viver com Crianças" e apresentou hoje um projeto nacional que envolveu 50 crianças portuguesas e os pais, na procura da casa dos seus sonhos. Está d-e-m-a-i-s, têm de ir ver com os vossos olhos. Por vezes não é preciso muito, bastam alguns pormenores para tudo ser diferente.
Quando chegar a casa vou falar com a C. e com o S. e perguntar-lhes como gostariam que fosse a sua casa. Já estou a imaginar as respostas :)


Vejam AQUI as pequenas mudanças que podem fazer aí em casa.

Para seguir o blog My happy kids no Facebook é AQUI e no Instagram AQUI.




Sem comentários :

Enviar um comentário

Obrigada pelo seu comentário!