Estamos quaaaase em Setembro

Já faltam poucos dias para chegarmos a Setembro e com este novo mês chegam inevitavelmente novas rotinas para quem tem filhos. A cada dia, ou melhor, noite que passa percebo que os horários da C. e do S. vão mudar, porque passam a ter de ir para a cama mais cedo. Ultimamente têm acordado mais tarde e dormem os dois a sesta até às 17h30/18h, por isso mesmo, não estão na cama antes das 22h30. Um fenómeno também interessante de ser estudado é que em casa não querem adormecer sozinhos, mas se formos de férias ou fim de semana para algum lado são os primeiros a querer dormir noutro quarto!! Agora tenho sempre os dois a querer adormecer na minha cama, e como diz a C. "Vou adormecer um bocadinho aqui e depois vou para o meu quarto, está bem, mamã?!". Se a C. vai ser fácil de gerir porque se leva melhor nestas coisas, o S. vai ser bem mais difícil porque não gosta de dormir sozinho e tem sido uma luta pô-lo a adormecer/dormir no quarto dele. Antes das férias lembro-me que a solução passava por ficar no quarto com ele até adormecer, o que podia demorar uma hora ou mais e lá para as 4 ou 5 da manhã aparecia na nossa cama (falei deste tema neste post).

Contem-me, como é que gerem esta questão dos vossos filhos quererem dormir convosco ou adormecer sempre acompanhados?!



Para seguir o blog My happy kids no Instagram é AQUI.

3 comentários :

  1. O meu G. é bastante mais pequenino, completou há pouco 14 meses, e sempre foi um bebé muito bom para adormecer. As pessoas nem acreditavam quando viam que bastava completar 2 ou 3 rituais (mudar a fralda, ligar luz de presença, ligar a musiquinha suave da "bola Chicco"), pô-lo na cama e voilá! Ficava bem disposto a brincar com a chupeta, eu dava-lhe um beijinho de boa noite, saía do quarto e ele lá adormecia sozinho. Há cerca de 3 semanas, de um dia para o outro, mal o deitamos na cama, levanta-se, começa a palrar, a chamar a Mãe e o Pai e não há meio de adormecer sozinho... Já experimentámos tudo, mas confesso que está a ser uma tortura, porque muitas vezes só depois de 1 hora ou mais na nossa cama (sim, na nossa cama, onde nunca incentivei que ele adormecesse ou dormisse), connosco ao lado a cantarolar é que ele adormece!... E muitas vezes acorda quando o queremos pôr na sua caminha e lá começa tudo outra vez... E para ajudar, um bebé que desde os 5 meses dorme a noite toda acorda agora por volta das 4h e começa a palrar até o convencermos de que ainda não é hora de acordar... Isto dá com Mãe à beira de um ataque de nervos, Pai estourado, enfim! O meu problema nem é só o presente, tenho é medo de estar a abrir um precedente e passar a ter um filho que só adormece com o Pai ou a Mãe ao lado, quando fiz tanto esforço desde pequenino para que assim não fosse... Enfim, quero pensar que seja só uma fase e que tudo vai passar, mas que é complicado é... Boa sorte, Filipa, e que os seus meninos passem bem às novas rotinas!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Como a percebo Inês!! O meu S. e a C. também eram assim, principalmente a C.
      O S. claramente acusou o nascimento da C. e os 3 anos foram, sem dúvida, os mais difíceis a este nível.
      O problema é que levamos meses a chegar onde queremos, ou quase, mas em menos de nada tudo volta atrás ou piora... No meu caso foi pelo facto do S. estar doente, com febres altíssimas, e por isso mesmo dormiu umas noites connosco. Resultado: voltámos à estaca zero!
      A C. aprendeu com o irmão, i.e., começou a perceber que ele queria sempre ir para a nossa cama e já começou a pedir. A vantagem é que vai para a cama dela depois e já só acorda de manhã, mas a falta do serão só para nós faz falta, claro. Também precisamos de momentos só nossos, que não passem apenas por dormir.

      Eliminar
  2. Pode crer, nós sabíamos que "àquela horinha" tínhamos um tempinho só para nós, às vezes até só para coisas tão simples como jantar, mas agora é mesmo uma incógnita!... Enfim, acho que é mesmo assim com as crianças, as nossas avós já passaram o mesmo, as nossas mães também... Vamos ser optimistas e acreditar que em menos de nada tudo melhora!! Um grande beijinho e que tudo corra bem!

    ResponderEliminar

Obrigada pelo seu comentário!