Por aqui fala-se da primeira papa... ou sopa

E quem é que não se lembra da primeira papa ou sopa do seu bebé?! Eu só de pensar fico com um sorriso na cara :) foi demais!!
Tanto o S. como a C. começaram a diversificação alimentar antes dos 6 meses. Amamentei os dois até aos 5 meses e meio e 4 meses respetivamente, o S. de forma quase exclusiva, mas a C. não já que nasceu com baixo peso e comia, comia, comia, ou melhor, bebia imeeeeenso leite! Não há descrição! Ao ponto de ganhar mais de 300g por semana e querer mais!! No meu caso isto aconteceu porque comecei a trabalhar 4 meses depois deles nascerem, por isso mesmo, milagres não existem, e progressivamente o leite foi-se indo.
Lembro-me como se fosse hoje da primeira papa do S., ainda para mais era o primeiro filho, comprei os kits todos: babete "com prateleira" em plástico rígido, prato e colher xpto e ainda babetes de papel :) Um filme! Tudo devidamente documentado e com espectadores, como manda a lei. Da C. o histerismo já não foi o mesmo, mas o facto de ser ainda mais nova do que o S. e ser muito sôfrega a comer, deixou-me ainda mais expectante.
Começámos com sopa de legumes em vez de papa, aconselhada pelo pediatra deles, o Dr. Gonçalo Cordeiro Ferreira, e comigo a aplaudir!! É muito mais fácil fazê-los gostar de legumes a médio-longo prazo se começarmos pela sopa do que pela papa, que é doce. O gosto pelo doce já nasce com eles e por isso mesmo, nada melhor do que começar pelos legumes. Adorei ver as primeiras caretas como reacção ao desconhecido e o chuchar na colher, o choro porque queriam mais e mais rápido, uma animação. Esta foi a nossa experiência. A pouco e pouco vêm as novidades, os purés de fruta, a carne, o peixe, e a animação continua. É também nesta altura que eles podem começar a mostrar menos entuasiasmo pelo biberão. Convosco como foi?

Deixo aqui uma sugestão de kit primeira papa para os vossos bebés da IKEABÖRJA & SMÅGLI que adorei! 



Wiebke Braasch, designer por detrás destas peças, diz: “O melhor design é aquele em que não se pensa. Desenhei SMÅGLI e BÖRJA com base no que aprendi durante as visitas a casas de famílias com crianças pequenas. Por exemplo, o prato e a tigela SMÅGLI têm laterais altas para ajudarem as crianças a conseguir colocar a comida na colher. O copo de bebé com tampa BÖRJA tem pegas adequadas às mãozinhas pequenas e o bico na tampa tem pequenos orifícios para que a criança possa regular a quantidade de líquido que quer beber. Também criei colheres. No dia-a-dia, as coisas precisam simplesmente de funcionar, sem dificuldades. Especialmente quando se tem crianças pequenas."


Para seguir o blog My happy kids no Facebook é AQUI e no Instagram AQUI.

Sem comentários :

Enviar um comentário

Obrigada pelo seu comentário!