Ainda sobre amamentar...

Apesar de saber que seria um tema controverso, jamais me passou pela cabeça a repercussão que este post teria. Algumas pessoas ficaram chocadas com o que escrevi e a intenção não foi de todo essa, quis apenas dar a minha opinião acerca de um tema mais ou menos sensível e espantou-me acima de tudo o fundamentalismo associado. Independentemente da nossa opinião acerca deste assunto, acredito que devemos ser razoáveis e não atacar sem argumentos só porque escreveram algo que vai contra o que defendemos. Não faltaria se eu começasse a ofender pessoas só porque não concordo com o que escrevem/dizem. Tendo em conta o número elevado de pessoas que lêem o blog e a acusação de que os conteúdos que publiquei poderiam confundir e incentivar as mães a não amamentar, quero escrever este post para esclarecer algumas questões, nomeadamente:

1. Defendo a amamentação em primeiro lugar mas respeito quem por motivos diversos não o faz.
- O aleitamento materno em exclusivo é recomendado pela Organização Mundial de Saúde (OMS) até aos 6 meses do bebé e a partir daí deve começar-se a diversificação alimentar. Diz também esta entidade que a amamentação deve manter-se até pelo menos aos 2 anos.
- Alguns estudos indicam que a diversificação alimentar deve iniciar-se aos 4 em vez dos 6 meses, nomeadamente nos casos em que as mulheres regressam ao trabalho ou quando os bebés precisam de mamar com espaçamentos muito curtos, dificultando o regresso da mãe a uma vida ativa.

2. Apesar da OMS ser "a" referência a respeito de questões de saúde, a recomendação de que o aleitamento materno deve manter-se pelo menos até aos 2 anos de idade é de alguma forma desajustada no casos dos países desenvolvidos/industrializados e não sou apenas eu que o digo.
- Não defendo que as mulheres em Portugal emigrem para países africanos só por ter esta opinião, a sugestão parece-me no mínimo descabida.
- Referi no post anterior que Até 1 ano de idade acho ótimo, está mais do que provado de que tem inúmeras vantagens, depois disso, num país desenvolvido acho demasiado. Podem ler outras opiniões de pessoas esclarecidas que concordam com o meu ponto de vista aqui e aqui.
- Podem e devem, como é óbvio, amamentar até aos 2 anos de idade ou até mais, cada mulher/mãe faz o que achar melhor para si e para o bebé.
- Surge assim a questão, até quando? não há uma resposta unânime...
- A ideia de que somos mamíferos e como tal devemos apenas beber leite materno e jamais outro tipo de leite parece-me limitativa. Há tantos alimentos que ingerimos atualmente que podem ser considerados bem mais "perversos" do que o leite de vaca ou bebida de soja, arroz, aveia, amêndoa ou avelã...

3. O leite materno é muito melhor do que o leite de fórmula (lata).
- Não há uma única referência que diga o contrário.
- Aprendi isto no 1.º ano da faculdade e conheço lindamente todas as vantagens (provadas e não provadas).

4. As mulheres podem e devem dar de mamar fora de casa e em espaços públicos.
- Não defendo que as mulheres se devem esconder em casas de banho nem em salas de amamentação overcrowded como sugeriram.
- Não alimento os meus filhos em "resguardo" :) nem nunca me escondi para dar de mamar.
- Eu apenas disse que considerava dispensável as mulheres andarem de maminha de fora, à frente de tudo e de todos, só porque amamentar é algo de natural.
- Assisti a várias situações que achei perfeitamente dispensáveis e que não só me incomodaram a mim como a outras pessoas, mas incomodaram pouco, por isso podem como é óbvio dar de mamar em qualquer lado e como quiserem.
- Enquanto mulher e mãe sou da opinião que se poderia ter mais algum cuidado com a exposição e o à vontade excessivo. Não é vergonha nenhuma nem tirania usar uma fralda ou pano, ou é?

5. Defendo o aleitamento materno combinado com o suplemento (leite de fórmula) quando necessário:
- Bebés que choram constantemente, sem parar, ao longo do dia (e noite).
- Bebés que não aumentam de peso.
- Mães que não têm leite suficiente.
- Mães que trabalham fora de casa desde cedo e não conseguem/querem andar de bomba tira leite atrás.

Espero que este post tenha ajudado!

 *


16 comentários :

  1. Concordo consigo Filipa, o meu bebé mamou até os 6 meses e foi uma experiência maravilhosa, mas também sempre fui muito discreta a amamentá-lo e acho desnecessário amamentar quando já fazem uma alimentação diversificada. Para o próximo filho, pretendo dar de mamar e suplemento, pq não foi saudável de todo o meu bebé mamar a cada 2h.. Eu andava de rastos e hoje o bebé com 15 meses, vejo que podíamos ter descansado mais se tivesse o suplemento.

    ResponderEliminar
  2. Concordo com tudo e acrescentaria que há tanto apontar de dedos a quem não amamenta até x idade os filhos que depois que lhe tiram a mamã da boca algumas são um desastre na restante alimentação cuidada. Pois ah e tal " o meu filho mamou até ter 2 anos " e no entanto come tudo o que vem embalado e nada de alimentos saudáveis. Tenho orgulho em ter amamentado em exclusivo até ao tempo que eu e o meu filho aguentamos (2meses) e depois mantive todos os cuidados alimentares até ao dia de hoje! Zero açúcar e sal e muitos legumes e frutas frescas e peixe freco e carne. Haja bom senso!!

    ResponderEliminar
  3. Tanta barbaridade junta! Esse ponto 5 até me cega os olhos. Então o bebe chora a noite toda solução é suplemento? Mae sem leite "suficiente" suplemento? Andam estes blogs na moda a enganar as mães ou futuras mães. Faca um favor a si mesma e informe-se!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónima, peço desculpa, mas a Filipa, sendo já mãe de filhos, deverá ter informação suficiente em relação a esse tema...
      Não é obrigada a concordar com as opiniões dos outros, mas desrespeitá-las e chegar à ofensa, não acha que já é ultrapassar os limites?
      Se não concorda com a Filipa e lhe diz para se informar melhor, porque não nos informa agora?
      É sempre bom ouvir/ler opiniões divergentes, desde que fundamentadas.

      Eliminar
    2. Para o anónimo a resposta seria: mãe sem leite suficiente só amamenta, o bebé chora de hora a hora, a mãe não tem vida própria, não pode ir a lado nenhum sem ter de dar de mamar, não descansa, não recupera e fica um caco...
      Bebé chora a noite toda repetidamente e a solução é.... continuar a dar leite materno, mesmo que isso signifique os bebés não dormem 1h seguida durante a noite....

      Eliminar
  4. O primeiro estudo defende a não alimentação exclusiva com LM até aos 6 meses, não fala na idade limite.
    O segundo não abre.
    O "achar" que após os 12 meses num "país desenvolvido" é demais também carece de argumentação.
    Acho uma piada... A vocês tudo é permitido, mas só pode ler e comentar quem concorda. Se não concorda, ou é mal educado ou invejoso. Começa a roçar o ridículo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tudo depende das palavras que se usam! Não concordo com alguns pontos de vista da Filipa e não me ponho aqui a chamá-la de ridícula! Exponho o MEU ponto de vista com uma escrita educada, tal como fez a Filipa!
      O extremismo às vezes levam as pessoas a serem mal educadas!
      Aqui ninguém está a aconselhar ninguém a dar/não dar de mamar até aos 15 anos, a Filipa simplesmente deu a sua opinião.

      Eliminar
  5. Leio o seu blog a muito tempo e vou a todas os eventos que organiza o post da Amamentacao anterior eu já não respondi por uma questão de saber os ataques que dali advém.
    Acho que o que é mesmo mais feio é injusto e os ataques/apontar dedo/condenações/críticas não construtivas a outras mulheres e mães.
    NADA mas NADA justifica que se ataquem. Concordo que defendam os seus interesses mas sem criticarem as opções ou vida dos outros. Criticar é julgar é muito fácil compreender exige mais de nos!
    Unam-se ao invés de criticar. Confesso que eu sempre sei de mamar onde quer que fosse estivesse num lugar público ou privado mas sempre sempre usei fralda a tapar! Para começar é um momento meu e da minha filha pelo que não entendo porque tenho de partilhar com todos algo só nosso.
    Tenho de a alimentar mas não tenho de mostrar o meu peito ou o meu corpo aos demais em redor.
    Além do mais ela mamava durante 1h sim era o que demorava a mamar é só parei de amamentar porque ela não quis mais aos 9 meses e 1 dia esperneava e passei por 5 mastites não tive sequer os dúctos entupidos..foi doloroso é horrível mas aguentei 5 mastites e nem assim parei de amamentar não me senti pressionada por ninguém foi uma opção minha. O parar de amamentar foi opção dela mesmo..por mim tinha continuado ;) beijinhos Filipa e os seus filhotes são lindos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Cristina! Se costuma ir aos meus eventos sabe que existe uma salinha de amamentação, com condições para as mães poderem dar de mamar, mudar a fralda, descansar, etc.
      Beijinho e felicidades!

      Eliminar
  6. Este tema dá-me uns nervos que ninguém imagina. A última é que ouvir que crianças alimentadas com leite materno são mais inteligentes.
    Oiçam e vejam. com olhos e ouvidos abertos, o programa da sónia Morais Santos sobre o tema na TVI 24.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Então olhe tome um xanax porque sem dúvida qur há estudos científicos, não opiniões, dados objectivos que realmente dizem que o coeficiente de inteligência das crianças amamamentadas é maior. Agora o que uma qualquer pessoas diz e as suas opiniões é peanuts. Olhe tome lá mais um alprazolam depois de ler este comentário.

      Eliminar
    2. Não vou tomar nada Maria, mas muito obrigada pelas sabias palavras. Imagino que tenha sido amamentada, já que eu não fui, o meu irmão também não, o meu marido idem, e o meu filho foi apenas durante 2 meses....
      Raios! Agora é que estou mesmo preocupada!
      E olhe Maria, felizmente tenho uma cabeça arejada que lida muito bem com as opções que toma durante a vida! Nunca precisei de nenhum dos medicamentos que debitei em cima porque tenho " apenas" pena das pessoas extremistas e pouco tolerantes.

      Eliminar
    3. Supõem mal porque não fui amamentada. Simplesmente aceito e não me irritada de forma alguma ou me sinto menos por haver estudos que dizem que os bebés amamentados tem qi maior. Agora quem não foi amamentado ou quem não quer dar de mamar (em plena consciência Sá sua opção) ou quem não pode dar. Não é menos ou tem que se sentir "enervado" são coisas da vida e se são felizes isso é o mais importante. Agora negar a realidade e querer mudar os factos é ficar frustrado com coisas que estão fora do nosso controlo. O extremismo e tolerância aplica-se nos dois sentidos extremistas.

      Eliminar
    4. Hoje em dia há estudos científicos a provar tudo e mais alguma coisa, na maioria das vezes existem também estudos a provar o seu contrário. Mas, independentemente disso, a visão da Maria é bastante redutora. Pode até ser verdade que o leite materno tenha algum impacto no qi, mas os factores genéticos e educacionais serão sempre muito mais determinantes, pelo que não é correcto dizer que crianças que foram amamentadas são mais inteligentes.

      Eliminar
    5. Olá "Jesus"! Claro que a senhora já pode dizer o que é correcto ou não?! Mais uma complexada? Já agora diga-me lá então onde estão os estudos que dizem exactamente o contrário, por favor. Quando se faz um estudo há objectivos definidos e a questão aqui são duas variáveis para um objectivo. Mamar ou não é a influência no qi. Com isto não quer dizer qur bao existam outras variáveis. A senhora fez essa dedução. A conclusão foi essa. Bebé amamentados tem qi superior. Agora quer isso dizer que todos os bebés amamentados vão ser o Einstein e todos os outros pelintras e pedintes? Não. Portanto, não fique triste, ainda há esperança. (lá está o raio das extremistas que por se constatar um facto se está a negar outro, realmente só entendem o qur querem)

      Eliminar
  7. Completamente de acordo! Mas diz que agora é moda andar de mama de fora só porque amamentar é natural. Coitados dos bebés que não podem ter uma fraldinha a tapar, cai-lhes um braço com certeza! Nem 8 nem 80...agora estamos a cair no ridículo. E tal como a Filipa disse, é um momento tão especial e privado entre mãe e bebé que deve mesmo ser minimamente resguardado. :)

    ResponderEliminar

Obrigada pelo seu comentário!