Birras

Quem nunca disse ou nunca ouviu dizer “Filho meu, jamais faria uma birra destas”? Pois é, antes de sermos mães, achamos que as birras são só para as crianças mal-educadas, ou mimadas, que não sabem ouvir um não. Acontece que assim que temos o primeiro filho e ele decide que afinal não quer a sopa ou a papa, não quer a fruta mas quer aquele objeto que está em cima da mesa, não quer deitar-se no banho mas apenas estar sentado, percebemos que afinal as birras também acontecem connosco.
As birras são uma forma de expressão das crianças, a maneira como eles demonstram os seus sentimentos, emoções e vontades. Se por um lado, há bebés e crianças cujas birras até se levam bem, com um sorriso na cara, há outras que nos fazem passar vergonhas. O que importa é que encaremos estas situações com tranquilidade e perseverança, sabendo quando é possível ceder e quando temos de nos manter firmes. As birras são naturais e fazem parte do desenvolvimento dos bebés e é isso que Blédina quer mostrar a todos os pais.
Recentemente, Blédina – a marca especialista em nutrição infantil – lançou a campanha #énatural, uma iniciativa que mostra que as birras fazem parte do quotidiano das famílias felizes e que é necessário que nós, pais, as encaremos de forma positiva. 

Quero mostrar-vos o vídeo de uma pequena birra do Vicente e que ilustra uma situação que acontece frequentemente cá em casa ou nas férias, sempre que o Vicente está com sono à hora da refeição. Fico à espera que partilhem também os vossos vídeos, para juntas ultrapassarmos estas questões com mais naturalidade, afinal #énatural fazer birras.


Cliquem na foto para ver o vídeo do Vicente.

Post escrito em parceria com a Milupa Comercial SA


*


1 comentário :

  1. Ahaha passou rápido! As meninas são mais dramáticas

    ResponderEliminar

Obrigada pelo seu comentário!