Regresso às aulas - Dicas de arrumação

Com o aproximar do mês de setembro já começo a pensar no regresso às aulas, que tem data marcada para a segunda semana do mês. E com estas novas rotinas é inevitável lembrar-me que o arrumar o quarto deles é essencial para que tudo flua melhor, desde logo a necessidade de ter mais espaços e ideias de arrumação porque os papeis, dossiers, cadernos, lápis, clips, agrafadores, etc. multiplicam-se ao ponto de parecerem uma epidemia.
Confesso que sou de certa forma uma freak da arrumação, apesar de nem sempre ter a casa pronta a ser fotografada :), aliás quando era mais nova tinha a fama (e o proveito) de ser desarrumada, apesar de saber sempre onde estava tudo. Atualmente já não é bem assim, faço por ter as coisas no sítio e organizadas, os espaços têm de estar visualmente organizados, caso contrário começo a sentir algum stress e fico incomodada. Com os miúdos igual, e dado que eles já estão em maioria, a necessidade de ensina-los a ser mais organizados e a cuidar das suas coisas é uma prioridade neste momento. Ando constantemente atrás a servir de "vassoura" e a garantir que a roupa não fica espalhada no chão, que guardam os brinquedos que levaram para a sala ou que tiraram das gavetas, a juntar os ganchos e elásticos num só local, os cromos, as Shopkins, e a lista continua... sabem do que falo, certo?
É neste sentido que quero partilhar convosco algumas ideias e dicas para arrumar o quarto das crianças, preparando-os para o regresso às aulas. Adorei a ideia de colocar caixas nas gavetas, como se tratasse da gaveta dos talheres, e também do quadro com furinhos para colocar prateleiras e quadros com pequenas imagens, os carrinhos de arrumação do IKEA e o calendário da semana em acrílico. Tudo no meu Pinterest aqui.

Ilha da Culatra, Armona e Deserta

Durante a nossa primeira semana de férias fomos um dia sair de barco com uns amigos e o destino escolhido foi a Ilha Deserta, em Faro. Saímos de Vilamoura ainda de manhã em direção à Ilha da Culatra, o mar estava tranquilo, havia pouco ou nenhum vento, ou seja, as condições ideias para um passeio no mar. Confesso que ainda não conhecia estas ilhas, apesar de já ter visto algumas fotos, mas foi uma experiência bem gira, principalmente para o Salvador e para a Carminho, que nunca tinham andado de barco connosco.
Ancorámos na Ilha da Culatra para dar uns mergulhos e fomos dar uma volta à ilha. A Carminho deliciou-se com as mil e uma conchinhas e búzios que havia na areia, uma areia amarela clara, a rodear as águas transparentes e não muito frias.
Em seguida fomos até à Ilha de Armona, petiscámos no barco, mais uns mergulhos e depois rumo à Ilha Deserta para almoçar no único restaurante da ilha, mas nem por isso menos bom, o Estaminé. Comemos lindamente, incluindo peixe grelhado, tudo ótimo. Depois deste almoço tardio voltámos ao barco em direção a Vilamoura e o final de tarde foi fantástico, com o início do pôr do sol.
Ficam aqui algumas imagens deste dia.

Férias por aqui

As nossas férias grandes começaram logo depois da festa de anos da Carminho, e por isso mesmo tenho andado mais afastada aqui do blog. De qualquer forma, se nos seguem no Instagram, têm visto as fotos que tenho publicado e os vários vídeos no Stories, em jeito de reportagem :)
Estas férias têm sido, como habitual, dedicadas a eles e a descansar das rotinas o mais possível porque na próxima semana voltamos para Lisboa. Estamos novamente no Algarve, na zona de Vale do Lobo - Quinta do Lago, a nossa eleição desde que estava grávida da Carminho pela qualidade de vida que aqui se consegue, longe da confusão do outro Algarve.
Hoje partilho convosco aqui uma pequena amostra das nossas férias mas ainda esta semana mostro-vos fotos fabulosas da nossa saída de barco à Ilha Deserta e da Culatra.

Boas férias - para quem já está - e bom trabalho para os que ainda não vieram ou já regressaram! 


Unicorn Party da Carminho - a reportagem completa

Chegou o momento de vos mostrar os detalhes da Unicorn Party, uma festa à medida da Carminho, que já pedia uma festa com unicórnios há algum tempo, nomeadamente desde a primeira vez que viu um bolo de aniversário com o tema. 
Foi um dia muito divertido, em que a Carminho se fartou de brincar com as primas e amigas mais próximas, o difícil foi o momento em que tiveram de ir embora. A Carminho adorou a tarde de brincadeiras e no final foi uma querida, agradeceu muito a festa e disse que tinha sido tal como tinha sonhado! :)
A animação ficou a cargo da Kindermusik with Ana & You, como já tem sido habitual, e todas as crianças adoraram as brincadeiras originais e divertidas: criaram os seus potes de pó de magia de unicórnios, construíram uma nuvem arco-íris, jogaram, fizeram pinturas faciais, foi uma diversão!
A criatividade e decoração da festa ficaram totalmente à minha responsabilidade, coisa que já não acontecia há muito tempo, creio que a última vez foi na Ice Cream Party da Carminho, estava eu grávida do Vicente. Foi um desafio, dado o pouco tempo livre que tenho, mas ficou tal e qual como eu tinha idealizado. O bolo, cakepops, cupcakes e bolachas deliciosos e lindos ficaram a cargo da Sweet Bit Party & Cakes, com muitos unicórnios amorosos, arco-íris e letras C a decorar a mesa da festa. 
A fotografia foi da responsabilidade da Joana do The Love Project, uma fotógrafa que já seguia há algum tempo e que tinha curiosidade em conhecer melhor. O resultado não podia ter sido melhor, com fotos fantásticas, tal como podem ver em seguida, e outras que vão ficar só para nós. A juntar à qualidade do trabalho, a simpatia da Joana é de destacar. Obrigada pela paciência e vontade de fazer sempre melhor!
Quero também agradecer à Partyval, uma loja de decoração de festas e de mascotes que abriu recentemente em Oeiras, que forneceu todos os materiais consumíveis da festa, assim como os balões com confetis, o arco-íris, o unicórnio e o 7 da Carminho, assim como a pinhata amorosa e feita à medida para esta Unicorn Party. Por último, queria também destacar o trabalho de design impecável da Ana Galvão, da Convites com Estória, o resultado ficou cinco estrelas.

Fotografia - The Love Project 
Cake design - Sweet Bit Party & Cakes
Design gráfico - Convites com Estória
Artigos para festas e pinhata - Partyval
Animação infantil - Kindermusik with Ana & You
Criatividade e decoração da festa - Blog My happy kids :)

 Carminho com blusa No sin Valentina // Colares Terços da Lupinha // Calções Zara // Menorquinas Pisamonas.
Salvador e Vicente com camisas Mamã dá Licença.
Eu com blusa Uterque // Calças Topshop // Lenço Aldo // Colares Cinco // Brincos Carolina Curado // Sandálias Dixo.

Unicorn party da Carminho - Sneak peek

Antes de vos mostrar as fotos oficiais da Unicorn party da Carminho, partilho convosco uma amostra da festa deste sábado. A Carminho estava super feliz, como seria de esperar, fartou-se de brincar com as amigas e aproveitou tudo até à última. Ainda esta semana faço o post com todas as fotos da festa.

Fotografia - The Love Project 
Cake design - Sweet Bit Party & Cakes
Design gráfico - Convites com Estória
Artigos para festas e pinhata - Partyval
Criatividade e decoração da festa - Blog My happy kids :)


O lado menos cor de rosa da maternidade

Falar nas coisas boas da maternidade é bom e é fácil, não só porque sabem bem, mas também porque socialmente é mais bem aceite. Por outro lado, sermos positivas e não assumir as nossas fraquezas torna-nos aos olhos dos outros mais fortes, despachadas e decididas. Quem não tem aquela amiga ou colega que se está seeeempre a queixar-se por tudo e por nada?! e que ideia têm dessas pessoas? pois...
A partir do momento em que somos mães descobrimos rapidamente o lado menos simpático da maternidade, aliás quando estamos grávidas temos automaticamente de privarmo-nos de comer alguns alimentos, de beber um copo, de tomar remédios que rapidamente acabariam com aquela dor de garganta, e por aí fora.
Posto isto, vou dizer-vos quais são para mim, os aspetos menos positivos da maternidade, não para me queixar :) mas para que outras (futuras) mães saibam com o que contar e, mais importante, que não estão sozinhas:

1- Privação de sono ou sono não reparador. Dormir 7 a 8 horas seguidas deixa de ser uma realidade a partir do momento em que o bebé nasce e só quando eles são crescidos, é que as noites começam a ser mais tranquilas. Para as mães que conseguem cedo passar a dormir uma noite inteira sem interrupções forçadas, o sono dificilmente vai ter a mesma qualidade e por isso andamos sempre cansadas e com sono.

2- Perda de liberdade. A partir do momento em que somos mães, passamos a ter uma série de obrigações, e sempre que queremos quebrar a rotina, seja para ir jantar fora, ir dar uma volta, tratar de qualquer coisa que nos obrigue a chegar mais tarde a casa, temos invariavelmente que encontrar uma solução/alguém que fique com as crianças.

3- Deixar de ter tempo para nós. Pode ser para fazer o mais básico, como chegar a casa e não fazer nada, ter uns minutos de silêncio, de poder sentarmo-nos no sofá e estender as pernas, ver uma série na televisão, um filme, responder aqueles emails urgentes, etc.

4- O barulho constante. Com três filhos tenho sempre a casa cheia, por isso, há sempre um deles a chamar "mãe, mãe, mamã", a implicar uns com os outros, o barulho dos brinquedos, da televisão, e por aí fora.

5- Estar constantemente a dizer NÃO. Não faça isto, não faça aquilo, não sobe para cima da mesa, não se pendura no banco, não salta na cama, não pode ser agora, porque não, não pode comer chocolates, e muitos outros não.

6- Preocuparmo-nos para sempre com os nossos filhos. Porque temos receio que se engasguem durante a noite, porque não comem e não sabemos o porquê, porque estão com febre muito alta ou estão muito em baixo, porque não sabem nadar, porque podem cair, porque não têm noção dos perigos, na primeira visita de estudo (e seguintes), quando vão dormir fora pela primeira vez em casa dos amigos, quando começam a andar sozinhos na rua e têm de atravessar a rua, e a lista continua.

7- Deixar de conseguir comer uma refeição até ao fim sem nos levantarmos ou termos alguém ao nosso colo. É isto, sem tirar nem pôr.

8- Falta de privacidade. Quando estamos na casa de banho ou a vestirmo-nos, por exemplo.

E é isto. Acrescentam alguma coisa à lista?

Fotos deste post, que foi tão bom rever :)


Papas saudáveis e saborosas


Cada vez mais faço questão que os meus filhos (e todos nós cá em casa) tenham uma alimentação saudável e é por isso que evito ao máximo comprar alimentos processados. Fruta, verduras, proteínas magras, laticínios, pão e cereais integrais são os alimentos que fazem inevitavelmente parte das compras semanais, deixando de parte os alimentos empacotados, carregados de açúcar, químicos e aditivos no geral.
Quando o Vicente iniciou a diversificação alimentar fiz questão de usar papas sem açúcar, contrariando a tendência natural de usar as marcas mais habituais, disponíveis em qualquer supermercado.
Como os meus filhos são uns gulosos, ao fim de semana pedem-me para lhes fazer pequenos-almoços e lanches diferentes, mais demorados e saborosos. Saímos do registo leite ou iogurte com pão ou cereais integrais, e passamos para as papas e panquecas com fruta.
Há uns tempos experimentei fazer uma nova papa para o Vicente, com a mítica farinha Maizena, banana e pêra, e ele adorou! Para o Salvador, juntei uns morangos, framboesas e mirtilos, as suas frutas preferidas, e deliciou-se com esta refeição. Já eu e a Carminho somos mais fãs da versão leite creme, apesar da Carminho também gostar muito da papa.
Fica a dica para os pequenos-almoços super saudáveis aí de casa, com a farinha mais antiga do mercado e que é 100% natural! A propósito disso, partilho convosco a receita preferida cá de casa, que demora no máximo 10 minutos a preparar, mas dura breves minutos no prato de tão deliciosa. Enjoy :)


Papa de Maizena com fruta (1 porção)

Ingredientes
1 Pêra pequena madura ou meia grande
1 Casca de limão
Flor de sal q.b.
1 Pau de canela
200ml Leite meio gordo do dia
2 Colheres de sopa rasas de farinha Maizena (30g)
½ Banana em rodelas
Canela em pó q.b.

Como fazer
1. Corte uma pêra em pedaços pequenos, sem casca nem caroço, e reserve.
2. Coloque num tacho água, de forma a tapar o fundo do mesmo, juntar uma casca de limão, uma pitada de flor de sal, a pêra cortada e um pau de canela e deixar levantar fervura.
3. Depois de começar da mistura anterior ferver, juntar 200ml de leite meio gordo (eu uso leite do dia), e deixar levantar novamente fervura.
4. Retire o pau de canela e a casca de limão e adicione 2 colheres de sopa de Maizena. Vá mexendo, de forma a não criar grumos.
5. Utilize a varinha mágica para homogeneizar a mistura.
6. Coloque a papa numa taça, corte pequenas rodelas de banana e disponha-as por cima.
7. Junte um pouco de canela em pó e está pronta a servir. Garanto-vos que as crianças vão comer e chorar por mais.



*Post feito em colaboração com Maizena.