Maldivas - mais deste paraíso

Tenho mil e uma fotos das nossas férias, muitas delas tiradas com a minha Nikon, e outras tantas com o iPhone. Apesar das imagens serem apetecíveis não transmitem tudo o que vivemos nestes dias e a beleza desta ilha. Uma luz fantástica, um pôr do sol magnífico, e a sorte de poder vê-lo todos os dias das espreguiçadeiras da nossa villa. Os azuis transparentes do mar e o verde da vegetação apaixonam-me e constituem para mim o cenário ideal. Os meus azuis e verdes preferidos são estes e olhar para estas fotos faz-me recordar os bons momentos que aqui passámos com uma clareza impressionante.


Já marcaram na vossa agenda o KIDS MARKET?
Dias 20 e 21 de maio, no Pestana Palace.
ESPERO POR TODOS VOCÊS!

O nosso hotel nas Maldivas

O hotel onde ficámos nas Maldivas não podia ter sido uma melhor escolha. O Conrad Maldives Rangali Island é um autêntico postal de visita, que é formado por um conjunto de três ilhas, duas para hóspedes e uma para os que lá trabalham e vivem. O facto de terem duas ilhas separadas, uma com essencialmente water villas e outra com mais beach villas, permite criar ambientes distintos o que me parece uma decisão muitíssimo inteligente. Nós ficámos na ilha principal, numa beach villa, porque da primeira vez que lá estivemos foi numa water villa, e com crianças o facto de estaremos a um passo da areia pareceu-nos mais confortável do que rodeados por água. Nesta ilha estão a maioria dos restaurantes e o ambiente é mais familiar, apesar de não se ouvir uma única criança, nem de se ver mais de meia dúzia de pessoas na praia. A maioria estava dentro de água, sempre a uma distância muito confortável, outros na piscina das villas ou na principal junto ao Rangali Bar. Ninguém diria que o hotel estava cheio tal era a tranquilidade que se viveu nestes dias. Só à hora do almoço ou jantar é que nos apercebíamos de que não estavamos sozinhos.
Havia dois spas no hotel, um em cada ilha: Spa Retreat e Over Water Spa (com o chão em vidro e vista para os peixes), ambos fantásticos, com tratamentos magníficos, que recomendo... e só me apetece voltar já! Dez restaurantes, em que dois deles não permitem crianças à noite (apesar de tudo faz sentido e há tantas opções...), em que vivemos autênticas experiências gastronómicas. Para o almoço o nosso preferido foi sem dúvida o Mandhoo e para o jantar o Koko grill, Sunset Grill e Vilu Restaurant. Muito bons e com uma vista tremenda!
Uma semana super tranquila, em slow-motion como eu gosto, a dar mimos aos mais velhos (que também precisam!). Como já comentei convosco, a Carminho e o Salvador portaram-se lindamente, superaram todas as expectativas, e estiveram super felizes, como peixes dentro d´água. Por falar em água, este hotel é perfeito para os amantes de snorkeling porque peixes e tartarugas não faltam a poucos metros da areia, incluindo raias, mantas e tubarões.
O Conrad Maldives foi-nos sugerido pela Top Atlântico do Colombo, uma agência com a qual já viajei três vezes e que sempre nos trataram lindamente. Ajudaram sem dúvida a fazer desta viagem uma viagem inesquecível (assim como as outras), foram sempre super atenciosos e prontos a ajudar. Nota dez!

 Foto 2: Kaftan dress na Fio D´Água Comporta // Tshirt de licra da Carminho anti raios UV da SUNUVA (essencial nas Maldivas porque o sol é fortíssimo).
Foto 5: Biquini Latitid (antigo) // Fio meia lua Our Sins x Blog My happy kids // Óculos de sol TIWI // Fato de banho Carminho Amikko // Colar Terços da Lupinha.
Última foto: Biquini Salinas na Happy Company.

A Our Sins, TIWI, Amikko, Terços da Lupinha e Happy Company vão estar no KIDS MARKET.
Dias 20 e 21 de maio, no Pestana Palace.
VAI SER IMPERDÍVEL!

Panquecas

Aos fins de semana e feriados, como hoje, é dia de panquecas cá em casa. A Carminho e o Salvador adoram (!) e não descansam enquanto não lhes preparo panquecas para o pequeno-almoço. É uma excitação que só visto! Há uns dias atrás partilhei no Stories do Instagram todos os passos desta receita vencedora, que tem sofrido algumas adaptações desde a primeira vez que a pus em prática. Já usei farinha de aveia em várias proporções, mas a Carminho não gosta, mesmo usando uma pequena quantidade. Aos fins de semana, o pequeno-almoço deles inclui panquecas, iogurte natural e na maioria das vezes fruta. Para o Salvador banana, morangos e frutos vermelhos, para a Carminho só banana. Agora a receita :)

Panquecas altas e fofas
(cerca de 12 panquecas)
1 chávena de farinha de trigo
1 colher de chá de fermento em pó
1 pitada de sal
1 chávena de de leite meio gordo (usei Vigor)
1 ovo

Para misturar tudo tenho usado o blender da Braun mas também pode ser batido à mão. Para fazer as panquecas uso uma frigideira anti-aderente Tefal para crepes e deito uma pequena quantidade da mistura (podem deitar mais ou menos consoante o tamanho de panqueca que queiram). Quando começam a surgir as bolhas significa que podemos virar, e depois são mais uns segundo e já está. Este processo é muito rápido, eu diria que faço esta torre de panquecas em menos de cinco minutos (desde que as ponho ao lume).

Enjoy :)

 Camisa de dormir Bubble Babywear // Colar Terços da Lupinha.

Bubble Babywear e Terços da Lupinha no KIDS MARKET dias 20 e 21 de maio no Pestana Palace.
Acompanhem tudo aqui.

KIDS MARKET - Mais coisas giras

Hoje quero mostrar-vos mais algumas coisas giríssimas que vão poder encontrar dias 20 e 21 de maio no KIDS MARKET: moda, acessórios, decoração e beachwear para mães e filhos com muita pinta, ou salero ;) Propostas frescas para os dias quentes que por aí andam e ainda estão para vir. Depois das nossas férias paradisíacas nas Maldivas, só em julho é que vamos voltar a fazer um time out em família. Até lá valem-nos os fins de semana e feriados salpicados das próximas semanas.

KIDS MARKET - Dias 20 e 21 de maio - Pestana Palace Lisboa.

Maldivas com crianças

A opção de ir com a Carminho e o Salvador para as Maldivas não podia ter corrido melhor, não só porque eles adoraram (mesmo!), mas também porque não sofreram de todo com a diferença horária, já que depois da primeira noite entraram completamente no esquema. As mais de doze horas de voo (em dois aviões e um hidroavião) e pelo menos seis de escala (para cá foram mais) levaram-se lindamente, muitíssimo melhor do que alguma vez poderíamos prever. Ajudou o facto deles adormecerem com facilidade e os lounges onde ficámos, não só no aeroporto de Malé (o hotel onde ficámos tem um lounge privado para os hóspedes com ótimas condições), mas também no Dubai, onde no regresso pagámos um extra para poder dormir umas horas com mais conforto.
Quem conhece as Maldivas sabe o quão paradisíaca é a praia e a envolvência. Um mar com azuis intensos e claros, uma água totalmente transparente, peixinhos a nadar à nossa volta, baby sharks em todo o lado, raias e mantas, um cenário de sonho. À volta muita vegetação, bungalows na água, ambiente zen, descontração e algum glamour. As temperaturas são sempre elevadas, não só as do ar mas também da água, a variar entre os 28ºC e 35ºC, a comida é ótima, de fusão, mas com muita influência asiática tal como eu gosto.
A Carminho e o Salvador são na maioria das vezes "gato e rato" um com o outro mas portaram-se lindamente nestes dias, cinco estrelas, confesso que fiquei surpreendida. Só pode ter tido a ver com o facto de estarem neste paraíso e também, claro, de terem a mãe e o pai só para eles! Em casa, com os avós, ficou o pequeno Vicente, mas morremos de saudades dele, vários foram os momentos em que falámos sobre o Vi e dois dias antes de virmos a Carminho começou a pedir para ir para casa porque estava cheia de saudades, já não aguentava <3 O Salvador a mesma coisa... Não o levámos porque Maldivas significa água em todo o lado e o Vicente não pára quieto. Foi mesmo apenas por uma questão de segurança que preferimos deixa-lo em casa, jamais estaríamos descansados com o nosso bebé Duracell :)

 Tshirts e fatos de banho Nós e Tranças.
Colar da Carminho Terços da Lupinha.
Chapéus Zara Home.

TUDO (exceto Zara) no KIDS MARKET.

FALTA 1 MÊS precisamente para mais uma edição do KIDS MARKET. 
Dias 20 e 21 de maio, no Pestana Palace, vão poder encontrar as melhores compras deste verão! 
Espero por todos vocês :)

A nossa Páscoa

Este domingo celebramos mais uma Páscoa em família, agora todos juntos depois das férias, com os meus pais, irmã e sobrinha. Um dia tranquilo que se passou lindamente, com um tempo ótimo, que nos permitiu passar um domingo muito simpático ao ar livre.
E como a Páscoa é sinónimo de chocolates para as crianças e da tradicional caça aos ovos, no final do dia reunimos os miúdos no jardim e lá foram eles em busca dos seus ovos de chocolate. Finalizada a sua atividade preferida, foi tempo de relaxar e preparar a semana que ainda agora começou.

 Vestido da Carminho Nícoli. Colar Terços da Lupinha.
Vicente com camisa Mimichic e Salvador com calções Tu Chique.
Eu com camisa/vestido Bimba y Lola e sapatos Zara.

Terços da Lupinha, Mimichic e Tu Chique no KIDS MARKET 
dias 20 e 21 de maio - Pestana Palace Lisboa.

A chegada ao paraíso - Maldivas

Depois da paragem estratégica no Dubai seguiu-se a viagem para as Maldivas. Primeiro Malé e depois hidroavião até à nossa ilha, Rangali Island. A Carminho e o Salvador adormeceram no Dubai cerca de uma hora antes do avião para Malé descolar, cerca das duas da manhã locais (23h em Portugal) e dormiram durante todo o voo, acordando só para a aterragem já nas Maldivas, de manhã. A excitação era mais que muita por motivos óbvios mas ainda faltava mais uma parte da viagem, a final, que nos levaria ao nosso hotel no atol Norte das Maldivas.
Andar de hidroavião foi uma novidade para todos, apesar de eu e o P. já termos estado nas Maldivas, mas a vista brutal da janela do avião para as inúmeras ilhas num mar imenso é qualquer coisa, um autêntico postal de viagem. Estávamos todos estoirados com a diferença horária e com o facto de termos dormido no aeroporto e avião, mas não deixámos de aproveitar o primeiro dia no paraíso que é as Maldivas.

O terminal de hidroaviões no aeroporto de Malé é qualquer coisa... :)

A viagem de cerca de trinta minutos passou a voar devido a esta vista fantástica!

 As cores do pôr do sol.

Dubai com crianças

Dubai é a maior cidade dos Emirados Árabes Unidos apesar de ser relativamente recente. A zona antiga é bastante reduzida e circunscrita, quase fora dos roteiros turísitcos, não fosse pelos seus mercados ou souks e esta parte da cidade ficaria esquecida. É uma cidade arquitetonicamente imponente, pelos seus arranha-céus, construções megalómanas, largura das vias, centros comerciais e parques turísticos, mas não tem praticamente verde, é tudo beige, camel e branco, o céu não é totalmente azul devido à imensa poeira no ar.
Tendo em conta que chegámos ao Dubai à uma da manhã e saíamos para as Maldivas passadas cerca de 24 horas, o dia teve de ser aproveitado ao máximo para conhecer os principais pontos turísticos. Ficámos no hotel Taj Dubai, numa zona central, junto à torre mais alta do mundo, a Burj Khalifa. O hotel é lindo, com uma decoração impressionante e restaurantes bem simpáticos. Tem também um Spa, mas por motivos óbvios não experimentei.
Para conhecer a cidade num dia alugamos no hotel um motorista (tipo Uber) durante três horas e foi o melhor que podíamos ter feito. Bem mais barato e conveniente do que os autocarros hop-on hop-off, ao contrário daquilo que acontece na maioria das cidades. Visitámos então:
- Burj Khalifa, em que podemos subir até aos observatórios no piso 125 e 148 deste arranha-céus. Podem comprar os bilhetes no local ou aqui.
- Burj al Arab, em que só pode entrar quem tiver uma reserva num dos restaurantes ou bares do hotel. Podem fazer as reservas aqui.
- Palm Islands, que são lindas vistas de cima, mas lá dentro não têm nada de extraordinário, aliás nem nos apercebemos de que estamos num sítio diferente do restante.
- Dubai Marina,  com vários restaurantes, é uma passeio simpático.
- Dubai Mall, o maior centro comercial do mundo, cheio de lojas e de gente a comprar. É impressionante. O espetáculo das fontes é numa das saídas do mall, de frente para o Burj Khalifa.
- Dubai Creek, um canal que divide a cidade ao meio, uma zona histórica, onde há muito comércio local, e que é o oposto da cidade. Esta zona não é particularmente bonita, nem iluminada, nem muito convidativa, mas é obrigatório lá ir.


Moeda: Dirham dos Emirados Árabes. Arredondando, 1 Euro equivale a 4 Dirham.

O que vestir: Roupa discreta, sem grandes decotes, de preferência sem ombros à mostra e com calções ou saias abaixo do joelho. Para entrar em mesquistas ou locais sagrados as mulheres devem colocar as vestes típicas (que são fornecidas à entrada destes locais). No caso dos homens, o ideal será irem de calças em vez de calções.
Com crianças não há grandes restrições, mas se estiverem vestidas na linha dos crescidos tanto melhor.

Restaurantes: o que fomos em Dubai Creek não adorámos, apesar de ser bastante "bom" segundo os locais. Os melhores restaurantes estão nos hotéis e no Dubai Mall. Nós adorámos o Tesoro e o Treehouse no Taj Dubai. Tivemos pena de não ter tempo de experimentar o Bombay Brasserie, no mesmo hotel. Vejam aqui.

Outras sugestões:
Friends Avenue Cafe - nas torres Jumeirah, um café descontraído, com comida saudável e um ar apetitoso.
Rainforest - para ir com crianças. Fica no Dubai Mall, junto ao Aquarium e parece que se está a almoçar/jantar numa selva.
Zuma - um dos vencedores do Time Out Dubai Restaurant Awards.