Filhos com diferença de 4 anos de idade

Do Salvador para a Carminho a diferença é de apenas 21 meses, uma decisão pensada que se prendia com o facto de preferirmos ter os filhos seguidos para não perder o hábito de dormir menos bem, de mudar fraldas, de perder a nossa independência enquanto adultos e casal. Apesar de ter gostado da experiência, posso dizer-vos que a principal desvantagem foi ter de lidar com os ciúmes do Salvador face à Carminho, que ainda se mantêm.
Quando o Vicente nasceu, a diferença para a Carminho já era de quatro anos e para o Salvador de seis. Apesar de existirem ciúmes por parte dos mais velhos sou da opinião que se levou melhor, principalmente porque eles já eram mais crescidos e racionalmente aceitaram melhor a divisão do espaço e das atenções por parte da mãe. Ouvi várias vezes que "a mamã só quer o Vicente", "já não quer brincar connosco", etc. e explicar-lhes que quando eles nasceram foi exatamente igual, porque os bebés são pequeninos e precisam de ajudar para comer, tomar banho, e outras necessidades básicas, nem sempre foi tarefa fácil.
Usei também algums estratégias para ajuda-los a integrarem o Vicente nas rotinas, e não sentirem que o seu irmão bebé era um boneco em que só a mãe podia mexer, passaram por:
- Pedir-lhes ajuda para preparar o banho e mudar a fralda;
- Serem eles a escolher a roupa do irmão;
- Dar a sopa, fruta ou papa;
- E participar noutras tarefas do dia-a-dia do Vicente.
Hoje em dia, tendo o Vicente já 2 anos e 4 meses (feitos hoje), o espaço de cada um deles já está mais definido nas suas cabeças e apesar do Vi precisar de mais cuidados e atenção, acho que o Salvador e a Carminho estão mais tranquilos e sempre que podem brincam com o irmão. Para além disso, é comum ouvir os mais velhos dizer que o mano bebé é "mesmo querido", ensinam-no a contar, as cores, ajudam com os puzzles, é super gratificante, dá gosto vê-los assim.

 Vicente com camisa e jardineiras da Knot (AW16). Botas safari da Okaa (AW16).
Salvador com camisa e calças Knot. Botas Pés de Cereja (AW16).
Carminho com blusa Bonpoint da Bazaar (AW16), calções Antimilk (antigos). Sapatos Okaa (AW16).
Eu com blusa Sincerely Jules (esgotada), jeans Topshop, brincos Our Sins.

Decoração: 
Sofá Ma Puá.
Piano Happy Faces Amoreiras.
Cubo de atividades O Quarto dos Brinquedos.
Cestos Zara Home.


3 comentários :

  1. Eu pensava que era só comigo isso dos filhos mais velhos nos dizerem que nos já não lhes ligamos nenhuma nem queremos estar com eles. Obrigada pela partilha!

    ResponderEliminar
  2. Adoro esse piano, é a coisa mais querida! E a Carminho super compenetrada, que amor.

    ResponderEliminar
  3. Hello! I´ve found your blog recently and I love it. Love from UK.

    ResponderEliminar

Obrigada pelo seu comentário!