Do Campo para a Mesa

Atualmente a indústria alimentar assume um papel fundamental nas escolhas e hábitos alimentares dos Portugueses, sendo essencial disponibilizar alternativas mais saudáveis, no sentido de promover e facilitar uma alimentação e estilo de vida saudável.
As mães e pais esperam cada vez mais que a indústria disponibilize produtos alimentares saudáveis, equilibrados e que cumpram as orientações nutricionais, especialmente quando falamos de alimentação infantil.
A Blédina é uma destas marcas, que faz por desenvolver produtos alimentares seguros e de qualidade. Com mais de 100 anos de experiência no que respeita à alimentação infantil, encara como um dever a escolha dos melhores ingredientes, de forma sustentável, para manter a qualidade dos seus produtos e responder às necessidades das mães/pais e dos bebés aquando do seu desenvolvimento e diversificação alimentar, ajudando assim a criar as bases para uma vida saudável.
Para conseguir os produtos alimentares mais adequados, Blédina assume compromissos bastantes claros, defendendo aquilo em que acredita e de forma a garantir que está a fazer a sua parte, nomeadamente em ajudar os Pais a potenciar um futuro saudável para os seus bebés.

O manifesto “Do Campo para a Mesa” pressupõe:
1. Ingredientes de qualidade e adequados aos bebés, em cada fase do seu crescimento.
2. Sustentabilidade dos ingredientes através dos seus agricultores e quintas, promovendo a biodiversidade.
3. Segurança e qualidade na produção, desde a transformação da matéria-prima até ao embalamento e venda do produto.

As receitas da gama Frutapura foram elaboradas em colaboração com especialistas em nutrição infantil, não têm adição de açúcares*, e possuem ingredientes de origem 100% natural.. Uma boa sugestão para as mães/pais que nem sempre têm tempo para preparar os purés de fruta dos seus bebés. Visitem o site www.blédina.pt onde poderão encontrar informação detalhada sobre toda a gama Blédina.


*Contém os açúcares naturalmente presentes na fruta.

Post escrito em parceria com Blédina.

Fontes:
http://bledina.pt/compromisso
http://www.alimentacaosaudavel.dgs.pt/ambientes-saudaveis/industria-alimentar/
Acedido a 22 de janeiro 2017.

1 comentário :

  1. Boa tarde Filipa, e é realmente saudável as crianças comerem esta fruta embalada?
    Obrigada

    ResponderEliminar

Obrigada pelo seu comentário!