Rústico by McDonald’s

Esta semana, a convite da McDonald’s Portugal, estive no Mercado dos Frescos, para a apresentação da nova sanduíche, o hambúrguer Rústico, cuja receita foi desenvolvida em parceria com o chef Manuel Lino. Ingredientes frescos e caseiros foram cuidadosamente selecionados por esta equipa, para trazer até nós uma receita que vai de encontro aquilo que são as novas tendências da alimentação e as preferências dos Portugueses.
Espinafres, queijo Emmental, molho de maionese e mostarda Dijon, cogumelos e cebola grelhada, são os ingredientes que fazem parte do Rústico by Chef Manuel Lino. Tudo isto a adicionar ao hambúrguer de 100% carne de vaca grelhada e a um pão de cereais desenvolvido especificamente para a nova receita. Aliás, parceiros nacionais foram cuidadosamente selecionados para garantir a qualidade e frescura dos ingredientes, nomeadamente espinafres da Vitacress, o pão de cereais da Panike e o molho delicioso da Mendes Gonçalves.
Para acompanhar esta nova sanduíche, a McDonald’s lança pela primeira vez em Portugal umas batatas campestres, com casca, maravilhosas. Uma receita desenvolvida exclusivamente para o mercado nacional, adaptada aos gostos dos Portugueses. Ótimo, não acham?
No Mercado dos Frescos tive assim oportunidade de conhecer os ingredientes de qualidade que a McDonald’s utiliza nos seus restaurantes, conhecer e provar em primeira mão o novo hambúrguer Rústico, para além de fazer a minha própria versão da receita #RústicoByMe, com ingredientes McDonald’s. Por cima do pão e do hambúrguer coloquei uma fatia de queijo parmesão, espinafres em folha, cebola grelhada, couve Pak choi, maçã vermelha em fatias finas e molho de 3 pimentas e mostarda Dijón. Ficou delicioso, com verdes tal como eu gosto, parmesão que é um dos meus queijos favoritos, e a maçã foi uma surpresa, deu um efeito crunch bem interessante à minha sanduíche.
Aproveito para acrescentar que, quando a McDonald’s chegou a Portugal, em 1991, apenas contava com fornecedores internacionais, sendo que, atualmente, já conta com mais de 30 fornecedores locais, inclusive da carne 100% de vaca, o que não deixa de ser uma boa política de sustentabilidade, garantindo a frescura e qualidade nutricional dos ingredientes.
Experimentem o novo hambúrguer Rústico nos restaurantes McDonald’s desde já, até novembro. Vale a pena porque é delicioso!

Comprar e vender nunca foi tão fácil

Lembram-se de ter comentado convosco recentemente que, depois das férias grandes terem acabado, já estava em modo organização para o próximo ano escolar? Tenho aproveitado os fins de semana para arrumar algumas coisas que ficaram do ano letivo anterior e pensar no que faz falta já para setembro, mas com três filhos, o mais crítico é ter espaço para arrumar tudo o que vai ficando dos anos anteriores: portfólios, dossiers, trabalhos especiais, e livros.
Em conversa com amigas descobri que vendiam os livros escolares, desde manuais a cadernos de exercícios, no OLX e por isso tive curiosidade em espreitar para perceber como funcionava e se tinha interesse. Descarreguei a aplicação da Apple Store para o meu iPhone, fiz login com a minha conta de Facebook para evitar criar mais uma palavra-passe, e comecei a navegar. Descobri lá artigos bem interessantes, que nunca tinha pensado encontrar. O OLX tem de tudo um pouco, desde acessórios e roupa, até casas, carros e barcos! Os livros escolares podem ser vendidos mas também comprados, e há para todas as idades, desde o 1.º ciclo até à faculdade, de maneira que nada como deitar o olho à aplicação para ver o que se consegue para o próximo ano letivo.
Entretanto peguei no meu iPhone, abri a aplicação, e segui os passos para colocar o meu primeiro anúncio OLX (pesquisem em Lazer >> Livros e revistas >> Livros escolares). Hoje em dia com as mil e uma fotos que temos no telefone, faz todo o sentido haver uma aplicação para publicar anúncio, já para não falar da pesquisa, que podemos fazer em todo o lado. Para além de ter sido simples de pôr o anúncio, foi gratuito e tem um chat com notificações, o que nos ajuda a estar sempre atualizados face ao que estamos a vender/comprar.

Fica aqui a dica para quem precisa de comprar e vender livros escolares, ou outra coisa qualquer. Sigam também a página de Instagram do OLX, tem lá coisas bem giras.

Com o Agir

A Carminho e o Salvador são fãs do Agir, e por isso mesmo, quando recebi o convite da Staples para estarem com o seu ídolo frente a frente não hesitei e aceitei de imediato. Primeiro recebemos em casa as mochilas e estojo do Agir, que adoraram, depois quando souberam que iam estar hoje com ele, foi a loucura, o excitex total e absoluto, como calculam!
Quando chegámos à sala de imprensa estavam super envergonhados, ainda levaram uns minutos a ganhar coragem para ir ter com o Agir, sendo que eu não me escapei a ir à frente para fazer a introdução :) Os primeiros autógrafos, fotos e depois lá se foram sentar. Estiveram a colocar os crachás na mochila e no estojo, depois voltaram a ir ter com o Agir, e à medida que o tempo foi passando, foram ficando mais à vontade. Uma manhã diferente do habitual e que valeu a pena, sem qualquer dúvida. Obrigada Staples e Agir, adorámos!

10 Coisas sem as quais não conseguiria viver numa ilha deserta

Continuando o exercício do post anterior e na tentativa de me restringir ao essencial, se eu fosse para uma ilha deserta e só pudesse levar uma pequena bolsa, imaginem o tamanho de um necessáire, a minha seleção de objetos/acessórios passaria por:


1. O meu iPhone, com o carregador e um power bank.

2. Óculos escuros.

3. Um biquini ou fato de banho.

4. Protetor solar 50+.

5. A bolsa SOS dos medicamentos que mais uso: Benuron, Brufen, antibiótico e anti-histamínico.

6. Uma revista feminina tamanho XS.

7. Um pequeno bloco de notas e uma Bic que escrevesse a preto.

8. Uma gillette.

9. Uma escova para o cabelo.

10. Um elástico para o cabelo.

Este exercício pressupõe que estou numa ilha deserta mas com condições mínimas para sobreviver, nomeadamente água e comida.

E vocês do que é que não abdicariam?

10 Coisas sem as quais não consigo viver...

Já alguma vez fizeram o exercício de refletir sobre as "coisas" mais valiosas para vocês, isto é, aquilo que não abdicariam em situação de crise? Eu já e garanto-vos que é desafiante, em registo de auto-conhecimento e reflexão, algo nem sempre possível com as vidas agitadas que levamos.
Tirando a minha família e amigos mais próximos, e pensado no meu cenário de vida atual, as 10 coisas sem as quais não consigo viver são:

Créditos: Adriana Morais Fotografia.

1. O meu iPhone e Mac - enquanto blogger e millennial tenho de estar sempre ligada, não só para partilhar o que se passa no meu dia-a-dia, como a responder a emails, pesquisar sobre os temas que quero desenvolver, estabelecer contactos, falar com os seguidores, acompanhar tendências.

2. Um carro - essencial porque vivo fora de Lisboa e faço mais de 100Km por dia.

3. Alimentação saudável e low carb - o melhor regime/dieta/plano alimentar para mim.

4. Água - bebo pelo menos 1,5L por dia e não vou para lado nenhum sem uma garrafa de água.

5. O ginásio e a corrida - fazer exercício faz-me sentir melhor, mais saudável e bem-disposta, com menos stress (benditas endorfinas) e mais tonificada.

6. Óculos escuros - tenho alguma sensibilidade ocular ao sol e não gosto da ideia de ficar cheia de rugas por franzir os olhos.

7. Os meus colares - vou variando, não uso sempre os mesmos, mas não há dia que não use um colar de prata dourado ou um escapulário, até na praia. Se não usar pelo menos um sinto-me despida.

8. Óculos graduados para usar ao computador - é isto, sem tirar nem pôr, já não consigo estar um dia inteiro ao computador sem eles.

9. Um caderno de notas e uma Bic dourada - apesar de usar o iPhone como agenda e local onde aponto algumas coisas, escrever em papel continua a ser essencial para mim. A Bic dourada torna o momento mais bonito.

10. A minha carteira - pelo óbvio, tem dinheiro, cartões e a minha identificação.

Curiosos por conhecer a minha lista das 10 Coisas sem as quais não conseguiria viver numa ilha deserta? :) Amanhã partilho convosco.

10 Coisas que ainda não sabem sobre mim

O Blog My happy kids vai fazer este novembro 5 anos de vida, ou seja, meia década, e ao longo deste tempo fui partilhando convosco alguns aspetos mais pessoais, do meu dia-a-dia, assim como a minha opinião acerca de vários temas. Ainda assim, há sempre coisas que ficam por dizer, ou porque não é relevante no momento, ou porque simplesmente não é oportuno, mas hoje chegou o momento de partilhar 10 Coisas que não sabem sobre mim. Curiosos?

Fotos e créditos neste post.

1. A minha estação do ano preferida é a primavera. Porque está calor mas não demasiado, porque já dá para fazer praia, não só por cá, mas também no Mediterrâneo e outras zonas do globo, porque é a transição do inverno para o bom tempo e porque é o mês em que nasci.

2. Sempre quis ser médica ou arquiteta, mas acabei por ser nutricionista. Entrei no 1.º ano só para não estar parada até poder fazer melhoria de notas, no entanto, gostei tanto que não hesitei em continuar.

3. Tenho medo de andar de avião, mas ando na mesmo, tenho as minhas estratégias para lidar com esta fobia. 
4. Leio revistas, notícias ou respondo a emails enquanto seco o cabelo, todos os dias. Antes de ter um blog lia livros desta forma.

5. Faço o melhor risotto de todos os que já experimentei. Receita do Jamie Oliver, a minha maior inspiração no mundo da cozinha (mas não coloco manteiga).

6. A minha bebida preferida é vinho tinto e a seguir gin tónico, mas com pouco gelo e uma boa água tónica.

7. Adoro batatas fritas, as melhores são as french fries do Hotel Costes em Paris.

8. Sou competitiva e não gosto de perder.

9. Não suporto falsa modéstia nem pessoas que não se esforçam para atingir os seus objetivos.

10. Sou individualista por natureza mas tento contrariar o mais possível.

Este sábado

Não sei se tem acontecido o mesmo convosco, mas cá por casa os miúdos já andam impossíveis, diria que estão saturados de não ter nada em concreto para fazer, e por isso, implicam uns com os outros mais do que o habitual, esticam os horários de maneira a deitarem-se o mais tarde possível, de maneira que este sábado, para os entreter resolvi levar os mais novos ao Oceanário.
A Carminho já foi várias vezes, não só connosco mas também em festas de aniversário dos amigos, o Vicente acho que é a segunda vez e ambos adoram! O Vicente, por não ter dormido bem a noite anterior, estava um bocado rabugento, ainda adormeceu no caminho para mas acordou quando o pus no carrinho de passeio. Por estar com sono fez algumas birras, não queria estar no carrinho e fugia constantemente, o que me deixa sempre em stress, toda a atenção é pouco com este meu filho. Ainda tentou entrar no aquário dos pinguins :) mas claro que não deixei.
A Carminho fez questão de levar folhas e um estojo com lápis e canetas para desenhar e pintar cenários do Oceanário e curiosamente o Vicente quis imita-la, de maneira que na primeira exposição das florestas sub-aquáticas, estiveram os dois alegremente a fazer as suas obras de arte.
A visita foi mais rápida do que o previsto porque o Vi começou a chorar a dizer que queria ir embora, e mesmo tentando distraí-lo, não consegui demovê-lo da ideia. Temos por isso de repetir a visita a um dos meus locais/programas preferidos da nossa cidade de Lisboa. Os meus parabéns à equipa do Oceanário pela organização e manutenção do espaço.

Eu com jumpsuit BAM*, na Happy Company // Sandálias e carteira Bimba y Lola (SS16) // Óculos TIWI.
Carminho com vestido Nícoli // Sandálias menorquinas Pisamonas.
Vicente com tshirt Osh Kosh // Lonas Zippy // Carrinho Quinny.

*eu uso o meu jumpsuit com os atilhos para a frente porque adoro, mas supostamente são para trás.

Um programa diferente do habitual


Entreter os miúdos nas férias ou até ao fim de semana nem sempre é fácil, não fossem eles ter uma energia inesgotável, pelo menos comparativamente à nossa, concordam? É por isso que nestes dias o desafio tem sido encontrar programas e atividades que a Carminho e o Salvador gostem, na realidade já estão de férias há dois meses.
No fim de semana passado precisei de ir comprar umas coisas ao Colombo e aproveitámos para conhecer o novo espaço de animação inaugurado pelo Bowling City, o City Kids, um parque ao ar livre, situado neste shopping de Lisboa, mais precisamente no Jardim do piso 2, com uma série de insufláveis, onde os miúdos podem brincar de forma diferente do habitual.
Os meus filhos adoram insufláveis, mas estes não servem só para saltar e escorregar. O parque City Kids é uma zona de diversões para crianças, com uma série de atividades originais, nomeadamente uma pista de corridas de cavalos, um campo de futebol onde se joga com as mãos, um bilhar que se joga com os pés, um cato para testar a pontaria, um 4 em linha em tamanho XL, e um pack de quatro jogos, tudo em insufláveis.
Até 30 de setembro visitem com as vossas crianças o parque City Kids no jardim exterior do Centro Colombo (nós podemos entrar e ficar com eles ou deixa-los para ir tratar de alguma coisa). A entrada tem o valor de 5€ (30 minutos) ou 7€ (uma hora), mas têm também packs especiais para festas de aniversário ou grupos.

Não se esqueçam de levar um chapéu para proteger do sol e protetor solar :)


Horários:
De 2.ª a 5.ª - 11h às 13h e das 16h às 21h
Sextas e sábado – 10h às 13h e das 16h às 22h
Domingo – 10h às 13h e das 16h às 21h
De 17 a 30 de setembro só funciona aos fins de semana.

Regresso ao trabalho depois das férias

O regresso ao trabalho depois das férias já aconteceu há quase duas semanas, parece imposível, mas curiosamente tem corrido lindamente. Acho que pela primeira vez desde há vários anos que não sofro de stress pós-férias e a sensação é ótima.
Confesso que a ideia de ter de deixar os miúdos e o P. no Algarve de férias para vir trabalhar dia 7 de agosto foi penosa, ainda assim, estive dois dias em registo home alone, a chegar a casa ao final do dia e fazer o que me apetecia. Segunda e terça feira foram dias de ir ao ginásio, fazer um jantar leve e vegetar em frente à televisão a ver a minha série preferida do momento na Netflix - Sobrevivente Designado. Nem jantar fora com amigas me apeteceu, aproveitei para desfrutar o final de tarde e noite ao meu ritmo. Sabe bem de vez em quando, não acham?
Tenho pensado no assunto e trocado ideias com amigas e acho que este regresso tranquilo se deve principalmente ao facto de:
- ter-me inscrito no ginásio ao pé do trabalho, o que me permite fazer exercício pelo menos quatro vezes por semana, e me ajuda a melhorar o estado de ânimo (benditas endorfinas!);
- manter horários e rotinas de verão, deixando os miúdos deitar-se e acordar mais tarde, fazendo refeições na rua;
- não querer fazer tudo de uma só vez e estabelecer prioridades (em casa, no trabalho...);
- ter metade da equipa de férias, podendo pôr em dia alguns assuntos que tinha pendentes.
Setembro chega com muitas novidades e projetos a arrancar, não só pelo blog mas também no trabalho, por isso agora é tempo de continuar a recuperar energias e aproveitar que ainda não há escola nem muito trânsito.

 Blusa Uterque (SS17)// Jeans Topshop // Lenço Aldo // Sandálias DIXO // Colares Cinco // Brincos Carolina Curado.

Na procissão

Dia 15 de agosto é dia da Assunção de Nossa Senhora e também o dia em que acontece a procissão em honra de Nossa Senhora da Salvação, e como já é tradição, o Pedro, o Salvador e outros amigos nossos participam na mesma, carregando o andor. Este ano não foi exceção, mas houve uma grande diferença que foi o facto de poder estar na missa que antecede a procissão, assistir à celebração e saída da imagem de Nossa Senhora, que foi possível porque o Vicente adormeceu e os avós ficaram com ele.
Depois da missa fomos acompanhar a procissão, dirigindo-nos aos locais por onde sabemos que passa, em vez de esperar pela mesma, e tanto eu como a Carminho adorámos o programa. O Vicente acordou ainda a tempo de ir ter connosco mas já não conseguimos que participasse, só pensava em ir brincar para o parque e tirar-lhe a ideia da cabeça foi tarefa impossível. Um dia feriado que soube lindamente, vivido em família e em modo slow motion, a aproveitar os miúdos e a descansar.

Carminho com vestido Maria Boneca // Laço Ponytail // Sandálias Menorquinas.