Como tudo começou

Antes de ser blogger já era nutricionista, mais precisamente desde 2003. É o meu outro lado que muitos de vocês não conhecem, ou que até à data nunca fiz questão que conhecessem. Por nada em particular, aliás, o blog foi criado precisamente para servir de escape à rotina, neste caso de nutricionista bem sucedida, que tinha chegado a um patamar de estabilidade mais cedo do que o habitual. Esta última afirmação pode parecer arrogante, mas não é mais do que a verdade, sabendo de antemão que pode afastar algumas pessoas...
Antes de vos falar de ser nutricionista importa dizer como cheguei até lá. Terminei o 12.º ano, candidatei-me à faculdade de Medicina, e fiquei de fora... Foi o ano do 19,1. Resolvi ficar mais um ano a melhorar a única disciplina que podia, matemática, que não adorava, mas passado um mês de aulas percebi que aquilo não era para mim. Um ano com apenas uma disciplina, numa turma de apenas repetentes (o programa tinha mudado e por isso só quem tinha chumbado ou queria fazer melhoria estava naquele grupo)... era demasiado castrador e por isso resolvi candidatar-me à 2.ª fase do ingresso ao ensino superior. Já não me lembro dos detalhes, mas a prioridade foi escolher um curso de saúde. Enfermagem jamais, não tenho perfil, dentária também não, e foi assim que fui dar com as outras áreas da saúde, neste caso a Dietética ou Nutrição. Ainda pensei em Agronomia ou Veterinária, e felizmente não coloquei, porque teria entrado.
Entrei então no curso de Dietética em Lisboa, Nutrição só existia no Porto e estava fora de questão mudar de cidade, até porque seria temporário, já que os planos seria recandidatar-me no ano seguinte a Medicina. Até ao Natal andei a recuperar tempo perdido porque já entrei um mês depois das aulas terem começado, as primeiras frequências foram q.b., mas a partir daí tudo começou a alinhar-se. Comecei a adorar o curso, a ficar fascinada com este mundo que desconhecia, o da nutrição, e terminei o 1.º ano com boas notas e vontade de continuar. Fiz estágios voluntários extra curso e os do curso em meio hospitalar - só queria a área clínica - e terminei em 2003, com a discussão do caso clínico final a correr muitíssimo bem. Fui para o Hospital de São Francisco Xavier, para um estágio profissional não remunerado e depois saí para o meu primeiro trabalho oficial, numa empresa privada, mais uma vez na área clínica, mais especificamente no emagrecimento. Fiquei 2 anos e resolvi sair para montar o meu próprio projeto, a Dieta3Passos.
Consultas semanais, uma abordagem nutricional low carb, com baixo índice glicémico, hiperproteica, dividida em três passos ou fases: as duas primeiras de emagrecimento, e a última de manutenção e gestão de peso. Antes de chegar aqui li e pesquisei muito. Atkins e South Beach foram a minha inspiração, que precisava de ser limada, aperfeiçoada e adaptada à realidade dos Portugueses. Consultas semanais porque em meio hospitalar percebi que consultas de dois em dois meses não resultavam, era quase impossível motivar alguém a manter-se fiel a um plano alimentar com um interregno tão grande entre consultas. Por outro lado, percebi também que era fundamental ter resultados rápidos, em termos de perda de peso, para conseguir ter os pacientes motivados. Foi também por isso que o mundo dos suplementos alimentares, direcionados para o emagrecimento, me fizeram sentido e passei a utiliza-los.
Abri um consultório próprio, tinha mais dois onde dava consultas semanalmente, e por semana dava mais de 100 consultas, tinha a agenda cheia a fazer aquilo que mais gostava: ajudar pessoas a emagrecer, ganhar saúde e recuperar o seu peso ideal. Pelo meio tirei o mestrado, na área da saúde pública, nomeadamente com um projeto de intervenção contra a obesidade infantil.
Mais tarde fui convidada para dinamizar a Dieta3Passos a nível nacional e foi assim que entrei na Farmodiética. Hoje em dia e passados dez anos, o projeto não podia estar a correr melhor. Uma equipa de 200 ótimos nutricionistas, mais de 1200 pontos de consulta e 150.000 clientes acompanhados com o método que criei. Os resultados falam por si e ao longo deste tempo já apresentei vários trabalhos científicos em congressos de nutrição, demonstrando a evidência relativa ao Método3Fases. O Método3Fases está na base de três programas de emagrecimento: Dieta3Passos (clínicas), Dieta EasySlim (farmácias) e Dieta BioTrês (lojas). Posso dizer-vos que somos dos poucos métodos com evidência científica e o objetivo é continuar a apostar precisamente aqui, naquilo que nos diferencia da concorrência.
Esta é a minha história, o outro lado do blog, que vos conto pela primeira vez... A área do tratamento da obesidade é a minha paixão, aquilo que me realiza, e onde me vejo nos próximos anos, a ajudar os outros a recuperar o seu peso ideal e a sua saúde, incluindo a sua auto-estima.


3 comentários :

  1. Obrigada pela partilha Filipa, gostei muito de a conhecer um bocadinho melhor.
    Beijinho

    ResponderEliminar
  2. Estou sem palavras, impressionante! como é que é possível ter criado algo tão grande e ainda ter cabeça para um blog, redes sociais, mercados, etc. E sem peneiras, é o que mais espécie me faz. Parabéns Filipa, tiro-lhe o chapéu.

    ResponderEliminar

Obrigada pelo seu comentário!